SOBRE PARCEIROS C-BOX AUTOR
SOBRE


Apenas o blog de um cara louco e cheio de ideias, tentando um pouco da sua atenção. Um lugar aonde você encontra assuntos abordados de uma maneira simples, rápida e de fácil compreensão. Está esperando o que para começar a ler?


Imaginação Sem Limites (Capítulo 1)


Sim, eu sei, tenho outras séries para acabar, mas eu não pretendo deixar essa no ar, os capítulos dessa série serão postados todos os dias até o seu fim, que possivelmente será no sábado). As outras séries que estão em andamento continuarão sendo publicadas após o fim dessa normalmente. Essa foi uma das ideias que apareceram de repente na minha cabeça ao conversar com uma amiga pelo MSN ontem, espero que gostem.


Título: Imaginação Perigosa
Gênero: Suspense

Eu odeio acordar cedo. Isso e um fato incontestável. Mas minha agente fez questão de me acordar o mais cedo possível naquela manhã, segundo ela a editora queria falar comigo sobre meu último livro, provavelmente era sobre a continuação que eu deveria estar fazendo. E eu estava certo, ao chegar na editora fui cobrado mais uma vez, teria que terminar a continuação em 4 meses.
O fato é que eu não tinha mais ideias nenhuma para escrever sobre aquela história, os dois primeiros exemplares de Os Caçadores de Dragões renderam bem, foi um prazer enorme escrevê-los, mas a história não renderia mais nada, e o pessoal da editora queria um terceiro livro. Mais que droga.

Então lá estava eu, andando até a papelaria mais próxima para comprar um caderno, sim um caderno, não gosto de escrever meus textos diretamente no computador, prefiro escrevê-los no papel, é uma espécie de ritual meu. Pois bem, eu cheguei na papelaria e fui à procura de um caderno, ao chegar lá encontrei vários tipos, de todos os tamanhos tipos e formas, fui vasculhando até encontrar um que me agradasse, e foi então que encontrei um caderno debaixo da pilha toda, era daqueles antigos, a capa preta dura estava começando a mofar, e as folhas já estavam amarelas. Não sei o motivo, mas eu gostei daquele caderno e acabei comprando ele.
Voltei para casa e assim que cheguei sentei na minha escrivaninha para começar a escrever a história, bem pelo menos tentei, passei a tarde toda pensando num bom texto, minhas ideias na maioria das vezes vinham bem rápido, mas como eu disse, aquela história já tinha alcançado seu potencial à muito tempo, não tinha mais nada para escrever. Foi assim o dia todo até a noite, não pensei em nada, e na minha cabeça apenas a voz do editor chefe soando:
-Quatro meses Alberto, quatro meses...

***

Meia noite, e eu ali deitado na cama sem dormir, apenas pensando no que eu iria fazer, na história que eu escrever... foi quando de repente a ideia surgiu, como uma relâmpago, eu corri para a escrivaninha e comecei a escrever a ideia antes que fosse tarde demais.

"A manhã na cidade dos elfos já começara agitada, um dos dragões de Eglun estava sobre a prefeitura da cidade, cospindo fogo e gritando..."

Pronto, a ideia tinha ido embora, pelo menos eu já tinha um tema, ou uma cena, só precisava detalhar mais.
Passei mais uma hora descrevendo a cena, e francamente gostei, as ideias já voltavam a brotar na minha mente, mas eu precisava dormir, apaguei a luz da sala e fui ao meu quarto, me deitei e finalmente consegui dormir.

***

Acordei às onze horas completamente bem disposto, me levantei e parti em direção a minha lanchonete favorita no meio da cidade para tomar café, por que apesar de que moro sozinho desde os dezoito anos eu ainda não sabia cozinhar, o jeito era tomar café fora.
Peguei meu carro e parti em direção à lanchonete. Ao alcançar as primeiras ruas do centro da cidade peguei um engarrafamento terrível, as ruas estavam congestionadas, meu carro mal saia do lugar, aproveitei e continuei a escrever a minha história, quando de repente escuto gritos de várias pessoas à minha frente, e logo depois vi várias correndo na direção contrária do meu carro. Logo vi que alguma coisa estava errada, eu abri a porta do carro, sai, e procurei o que estava errado.
Foi nesse momento que eu bati os olhos no topo do prédio da prefeitura e vi um lagarto enorme, com asas gigantescas, com escamadas vermelhas que reluziam na luz do sol, eu não podia acreditar, mas o que estava ali diante dos meus olhos era um dragão.

Continua...

11 comentários:

  1. Vish! O.O
    Não gosto de lagartos mas dragões são "show" *-*
    kkkkkk
    Quero mais!! Escreve mais Jason-kun! >.<

    Essa sua amiga deve ser muito bizarra para você ter se inspirado em um "dragão" com ela HAHAHA XD
    Deve ser uma menina bem estranha xD

    Serio, ficou show *-*
    Espero por mais ^^

    kissus~

    ResponderExcluir
  2. Nooooosa! Goostei mesmo :D... Amo ler histórias assimm xD

    http://osolnasceu.blogspot.com

    (escrevo tbm ^^)

    ResponderExcluir
  3. SUSPENSE ? ADOROOOOOOOO kkkk

    boa a história hehe

    http://garotoonerd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto :)

    http://sweet-flower-laura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Guri..eu curti \o/ tu escreve muito bem..realmente me prendeu só nesse pequeno texto..certeza que vou acompanhar td história ^-^

    bad-reputation-13.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. De alguma forma o escritor é transportado pela história que cria. Avante. Abçs.

    ResponderExcluir
  7. adorei o novo design do blog :]

    #Bezos Rawr -----> www.Bikoti.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adoro suspense, e você escreve bem em!

    http://singlejoao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ooooooh Adorei Jason XD
    Vou ler os próximos capítulos, você escreve super bem, adoro suspense
    Beijinhos

    http://misteriodapaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da história, achei super legal para passar o tempo e ler um pouco :D

    www.centraltokyoshoujo.blogspot.com

    ResponderExcluir